Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2016

Postagem em destaque

As Metáforas das Tamareiras

POR VANDI DOGADO  Certa vez ouvi de um palestrante a belíssima lenda de origem árabe que diz: “quem planta tamareira não colhe tâmaras”. Um afoito espectador na plateia interrompeu-o, erigindo a mão direita e, sem aguardar o devido consentimento, logo emendou em tom elevado e extenso: Mas, pooorqueeeee, senhor? O palestrante como se já esperasse o questionamento manifestou um incógnito sorriso e elucidou que a tamareira leva aproximadamente 100 anos para produzir frutos, ou seja, se considerarmos que a plantemos aos 20 anos de idade, teríamos de viver 120 anos para colher suas tâmaras. Considerei o provérbio esplêndido, porque dele se podem extrair nobres ensinamentos de linguagem e de sapiência. Primeiramente, se tomarmos a expressão no sentido denotativo, defrontemo-nos com uma típica falácia, pois, ainda que naquela época a expectativa de vida fosse baixa, haveria exceções para qualquer ser humano que plantasse a árvore antes dos vinte anos. Por exemplo, se uma criança de 10 anos

3 minutos e 50 prêmios: vídeo mostra o poder que os cães têm de nos transformar

Imagem
POR VANDI DOGADO Os cães têm uma supremacia no entendimento do amor em relação a todos os seres da Terra. Amam seus donos incondicionalmente e são capazes de nos oferecer a oportunidade de refletir sobre nossas condutas. Os cães não guardam mágoa ou rancor, estão sempre dispostos a oferecer alegria, não são preconceituosos e sabem perdoar quando estamos sem paciência para lhes dar a devida atenção ou quando somos indelicados com eles. Já escrevi em meus livros que os cães vieram ao mundo ensinar o valor do amor incondicional aos seres humanos. Este vídeo ganhou dezenas de prêmios, pois alerta para a capacidade que tem um cão de transformar nossa interpretação sobre as dificuldades da vida. Vale a pena assistir um dos vídeos mais premiados dos últimos anos. Um vídeo simples e poderoso...  Leia à vontade. Mais de 1 milhão de eBooks  Saiba mais Leia de graça OU Comprar agora OU Comprar agora com 1-clique Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

11 regras infalíveis em qualquer negociação

Imagem
POR VANDI DOGADO "O comprometimento é que transforma a promessa em realidade. Comprometa-se em oferecer o melhor de si em qualquer circunstância. Essa é a diferença entre os sapos e os príncipes" (TOM CHUNG) Algumas regras para negociação: 1. Ninguém resolverá seus problemas caso não apresente soluções para problemas de seu interlocutor. Ambos devem obter vantagens; 2. Apresente projetos escritos e propostas consistentes; 3. Analise circunstâncias ambientais, linguagens corporais e características psicológicas do indivíduo com quem irá negociar; 4. Seja objetivo durante a reunião. Apresentações devem ser breves. Não conte histórias, mantenha-se concentrado apenas no que irá oferecer ou pleitear, exceto oportunos comentários; 5. Conheça todas as nuances do produto, trabalho ou ideia que almeje disponibilizar; 6. Não supervalorize seu projeto, produto ou ideia. Mostre tanto pontos fortes quanto fracos; 7. Seja um ávido leitor dos mais variados gêneros textuais, pois indiv

Você conhece o PIB (Perfeito Idiota Brasileiro)?

Imagem
POR ADRIANO SILVA Ele não faz trabalhos domésticos. Não tem gosto nem respeito por trabalhos manuais. Se puder, atrapalha quem pega no pesado. Trata-se de uma tradição lusitana, ibérica, reproduzida aqui na colônia desde os tempos em que os negros carregavam em barris, nos ombros, a toilete dos seus proprietários, e eram chamados de "tigres" - porque os excrementos lhes caíam sobre as costas, formando listras. O Perfeito Idiota Brasileiro, ou PIB, também não ajuda em casa. Influência da mamãe, que nunca deixou que ele participasse das tarefas - nem mesmo pôr ou tirar uma mesa, nem mesmo arrumar a própria cama. Ele atira suas coisas pela casa, no chão, em qualquer lugar, e as deixa lá, pelo caminho. Não é com ele. Ele foi criado irresponsável e inconsequente. É o tipo de cara que pede um copo d'água deitado no sofá. E não faz nenhuma questão de mudar. O PIB é especialista em não fazer, em fazer de conta, em empurrar com a barriga, em se fazer de morto. Ele sabe que

PARCEIROS

Total de visualizações de página