Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

Postagem em destaque

As Metáforas das Tamareiras

POR VANDI DOGADO  Certa vez ouvi de um palestrante a belíssima lenda de origem árabe que diz: “quem planta tamareira não colhe tâmaras”. Um afoito espectador na plateia interrompeu-o, erigindo a mão direita e, sem aguardar o devido consentimento, logo emendou em tom elevado e extenso: Mas, pooorqueeeee, senhor? O palestrante como se já esperasse o questionamento manifestou um incógnito sorriso e elucidou que a tamareira leva aproximadamente 100 anos para produzir frutos, ou seja, se considerarmos que a plantemos aos 20 anos de idade, teríamos de viver 120 anos para colher suas tâmaras. Considerei o provérbio esplêndido, porque dele se podem extrair nobres ensinamentos de linguagem e de sapiência. Primeiramente, se tomarmos a expressão no sentido denotativo, defrontemo-nos com uma típica falácia, pois, ainda que naquela época a expectativa de vida fosse baixa, haveria exceções para qualquer ser humano que plantasse a árvore antes dos vinte anos. Por exemplo, se uma criança de 10 anos

A mais poderosa arma do mundo não impediu que uma bala atravessasse peito do ingênuo youtuber

Imagem
POR VANDI DOGADO "Livro é uma arma poderosa, mas jamais servirá de escudo contra projéteis de uma pistola calibre 50. Sua fortaleza é abstrata, não física"  As redes sociais transformam desconhecidos em celebridades do dia para noite, se bem que poucos têm talento, a grande maioria fica famoso com músicas de pouco valor artístico ou ao realizar alguma bizarrice. Há canais fantásticos no YouTube sobre conhecimento, todavia não possuem quase nada de seguidores, salvo raras exceções. Sabe-se que os consultórios de psiquiatras e psicólogos estão repletos de indivíduos sofrendo algum transtorno psíquico por causa do mau uso das Novas tecnologias da Informação e Comunicação: há os carentes de curtidas, os exagerados em postar selfies e até os hipnotizados cuja a interação é pequena, porém não conseguem parar de passar o dedo na tela do celular a fim de saber da vida alheia. Há outros que tentam tudo em busca de fama e alguns chegam a incríveis "zé-ruelices" e bizarr

Polêmica exposição do Santander Cultural reacende os limites da arte e o emprego de recursos do contribuinte

Imagem
POR VANDI DOGADO "O GRANDE PROBLEMA DA POLÊMICA EXPOSIÇÃO DO SANTANDER CULTURAL É QUE FOI PAGA COM DINHEIRO DE IMPOSTO DE QUEM SENTIU SUA CRENÇA SENDO ZOMBADA" Longe de mim ser falso moralista ou hipócrita. Sou avesso a qualquer tipo de preconceito e a favor da liberdade de expressão, desde que não haja ofensa ou desrespeito às crenças, às ideologias e às liberdades alheias e, sobretudo, às leis. Não se trata aqui de discutir o que é ou não é arte. Trata-se de refletir sobre usar recurso público para manifestação artística com dinheiro de quem não aprecia ou se sente ofendido com a expressão artística.  A exposição do Santander Cultural é lamentável, visto que há ataques a símbolos religiosos, por exemplo, a escrita nominal de genitálias na hóstia. As cenas de sexo e de nudez são comuns na arte, porém se deve respeitar quem não aprecia este tipo de arte, principalmente se foi empregado, como neste caso foi, recursos de leis de incentivo à cultura, ou seja, subtraídos de

Brasil investe na prática 75% a menos do que os países desenvolvidos

Imagem
POR VANDI DOGADO "Um país em que se enche o peito para afirmar “EU NÃO GOSTO DE LER dificilmente poderá lograr êxito nem social nem economicamente" O relatório "Education at a Glance" divulgado pela a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) revelou dados que deixaram muitos brasileiros muito desanimados. O quê? Desanimados porque investimos em nossos alunos a metade do que os países desenvolvidos investem? Não podemos ficar desanimados com um fato que é sabido há séculos. Que me desculpe os saudosistas, mas nunca tivemos Educação de excelência em nosso país. No passado, continuavam os estudos somente os alunos que gostavam de estudar, o "aluno ideal", por isso a falsa impressão de que o ensino era melhor. As autoridades brasileiras e a sociedade de uma forma geral não valorizam  Educação, Ciência e Tecnologia. "Um país em que se enche o peito para afirmar “EU NÃO GOSTO DE LER dificilmente poderá lograr êxito nem social n

O Sirilismo no Brasil e no Mundo

Imagem
POR VANDI DOGADO "Um país em que há desprezo por LIVROS é berço de todas as formas de SIRILISMO" Ao digitar a palavra "siri" no Google Imagem tive a inundação de imagens da famosa secretária do Iphone. Na verdade, procurava a imagem do crustáceo, mas paciência se a obsessão por tecnologia cause tal fenômeno! No entanto, devo advertir que o sirilismo tem relação factual substantiva e adjetiva (no sentido conotativo, é claro) com o crustáceo e não com a Inteligência Artificial da Apple. Outro detalhe ainda que a temática deste reles excerto seja as ideologias de esquerda e de direita, não seja ingênuo de crer que não há "siris" em todas as profissões.  Uma falsa dicotomia em atravancado o sistema político mundial e, sobretudo, brasileiro: esquerda X direita. Isso se deve às parcas cabeças de certos políticos e cidadãos contaminados por ilógicas ideologias. O relevante seria o debate sobre a ausente qualidade proporcionada ao ser humano: bem-estar,

Cientistas descobrem a origem dos geoglifos e eliminam a hipótese de serem obras alienígenas

Imagem
POR VANDI DOGADO A mente humana, muitas vezes, busca respostas no imaginário para certos mistérios a fim de alimentar o desejo da crença na existência de seres fantásticos ou extraterrestres. Isso foi reforçado quando o inteligentíssimo Erick Von Daniken lançou o livro "Eram os Deuses Astronautas?" Estabeleceu uma série de analogias e relações (muitas falsas) entre monumentos históricos ou estranhos símbolos deixados por antigas civilizações com supostos indícios de ações alienígenas. Causou um grande alvoroço nos mais criativos e irritou os céticos. Longe de mim insinuar que não exista vida inteligente em algum universo ou mesmo no nosso, mas tenho convicção de que nunca fomos visitados por nenhum deles. A última explicação científica sobre os geoglifos confirmam minha tese. Essas figuras geométricas gigantes desenhadas no solo em várias partes do mundo já mexeu com as férteis e desejosas mentes. Sempre presumi que se tratasse de algum tipo de construção humana com objet

Violinista paraplégica volta a tocar com os olhos graças a um cientista brasileiro

Imagem
POR VANDI DOGADO A violinista Rosemary perdeu o movimento do braços há mais de 30 anos e um cientista brasileiro devolveu-lhe a oportunidade de fazer o que mais aprecia: tocar violino. Quem é este brasileiro? Eduardo Miranda, professor na Universidade de Plymouth, na Inglaterra, onde realiza uma longa e bem-sucedida pesquisa envolvendo a combinação de música, computação e biologia e possibilitando por meio de eletrodos no cérebro que captam as manifestações neuronais tocar usando os olhos. Fantástico? Sim! Parabéns, Eduardo Miranda! Aliás, como Miranda, Nicolelis e Artur Ávila há dezenas de grandes cientistas brasileiros comandando pesquisas de relevância internacional, mas pouco se encontram no Brasil, visto que nossos políticos são "aberrações intelectuais" e não compreendem o valor da Educação, Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento socioeconômico e humanitário de nossa nação. E, por falar nisso, o Governo Temer é um dos piores da história no investimento em Ciên

PARCEIROS

Total de visualizações de página