Postagem em destaque

As Metáforas das Tamareiras

POR VANDI DOGADO  Certa vez ouvi de um palestrante a belíssima lenda de origem árabe que diz: “quem planta tamareira não colhe tâmaras”. Um afoito espectador na plateia interrompeu-o, erigindo a mão direita e, sem aguardar o devido consentimento, logo emendou em tom elevado e extenso: Mas, pooorqueeeee, senhor? O palestrante como se já esperasse o questionamento manifestou um incógnito sorriso e elucidou que a tamareira leva aproximadamente 100 anos para produzir frutos, ou seja, se considerarmos que a plantemos aos 20 anos de idade, teríamos de viver 120 anos para colher suas tâmaras. Considerei o provérbio esplêndido, porque dele se podem extrair nobres ensinamentos de linguagem e de sapiência. Primeiramente, se tomarmos a expressão no sentido denotativo, defrontemo-nos com uma típica falácia, pois, ainda que naquela época a expectativa de vida fosse baixa, haveria exceções para qualquer ser humano que plantasse a árvore antes dos vinte anos. Por exemplo, se uma criança de 10 anos

As falácias sobre a Educação com Weintraub

POR VANDI DOGADO
Curioso! Sofomaníacos ressaltam cotidianamente que a educação deveria ser responsabilidade dos pais e o ensino dos professores. No Dia Internacional das Mulheres, uma certa celebridade do poder chegou a declarar que os professores têm de ensinar os meninos a serem gentis com as meninas. “Levar rosas às meninas. Por que não?” Um tanto contraditório, não é? Não seria dever da família? E, para a reles informação da eufórica senhora, professores sempre ensinaram aos alunos abusarem da gentiliza uns com os outros, independentemente de suas distinções psicobiogenéticas, socioculturais ou optativas. As pesquisas apontam que há muitos professores cada vez mais debilitados porque não conseguem serem ouvidos nas salas de aula e devido à excessiva carga horária (a grande maioria trabalha dois ou três turnos diariamente). Alunos gritam, jogam giz, brigam, danificam o bem público e alguns até agridem professores. Um avassaladora realidade (SEM GROSSEIRAS GENERALIZAÇÕES, É CLARO).
Reitero que os sofomaníacos do poder e seus fanáticos seguidores clamam pelas redes sociais que a educação deveria ser responsabilidade da família, todavia, os índices demonstram claramente que os pais não estão cumprindo exitosamente o referido dever, porquanto, nas unidades escolares públicas, haja em demasia crianças extremamente desrespeitosas, desinformadas de como cuidar da higiene e da saúde e, até mesmo desprovidas da menor noção de orientação relacional. Além disso, professores encontram inúmeros reflexos comportamentais de milhares e milhares de crianças abaladas psiquicamente em decorrência de asquerosos abusos ocorridos em seus próprios lares. Nenhuma frase seria tão apropriada para o momento quanto a de Rui Barbosa: "Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma ciência". Espere um pouquinho, presumo que haja outra frase de Rui Barbosa que també se encaixa perfeitamente: “Não subestime a ignorância dos outros, pois eles podem piorar ainda mais uma situação”. Sujeitos que ocupam elevados cargos públicos desconhecem que as leis já estabelecem com mínimos detalhes a responsabilidades de cada um no complexo processo de ensino-aprendizagem e nos processos educacionais. Está mais que na hora de cada qual cumprir sua respectiva responsabilidade prevista na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e na CONSTITUIÇÃO FEDERAL DO BRASIL: "A EDUCAÇÃO É UM DEVER DA "FAMÍLIA E DO "ESTADO". SOMENTE A EFETIVAÇÃO DE UM TRABALHO CONJUNTO ENTRE PAIS, GESTORES, PROFESSORES E CIDADÃOS PODERIA LOGRAR O MERECIDO ÊXITO INSTRUTIVO E EDUCACIONAL, ENTRETANTO A REALIDADE SE APRESENTA BEM DISTINTA, UMA VEZ QUE A AUSÊNCIA DE CONHECIMENTO FORMAL OU A PRESENÇA DE RELAPSO COMPORTAMENTO DE MUITOS PAIS ENCERRAM POR DEIXAR TODA RESPONSABILIDADE AOS PROFESSORES. OS PAIS DE ALUNOS INDISCIPLINADOS DIFICILMENTE APARECEM NAS REUNIÕES OCORRIDAS BIMESTRALMENTE NAS ESCOLAS. O ATUAL GOVERNO NÃO SE ATENTOU AO FATO DE QUE MUITOS ALUNOS NÃO POSSUEM PAI NEM MÃE OU, AINDA, AMBOS. AS CRIANÇAS SÃO VÍTIMAS DE INÚMERAS IRRESPONSABILIDADES. O PROBLEMA DA ATUAL EDUCAÇÃO MANIFESTA-SE PELA MÁ FORMAÇÃO DE PROFESSORES (CABE AO MEC FISCALIZAR OS CURSOS), PELA DESVALORIZAÇÃO SALARIAL DOS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO (O PIOR SALÁRIO DE PROFESSORES DO MUNDO ENTRE OS PAÍSES PARTICIPANTES AVALIADOS ANUALMENTE PELO EXAME INTERNACIONAL “PISA” REALIZADO PELA ORGANIZAÇÃO PARA COOPERAÇÃO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO - OCDE) E, SOBRETUDO, PELO INEXISTÊNCIA DE INVESTIMENTO NAS NOVAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO E, SEM CONTAR, A PRESENÇA DE COLOSSAIS DESVIOS DOS RECURSOS DO Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB). LOGO, O PROBLEMA DA EDUCAÇÃO JAMAIS FOI IDEOLÓGICO, TODAVIA DE INGERÊNCIA E DE CORRUPÇÃO OCORRIDAS NO CERNE DA UNIÃO, DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS. EMBORA O BRASIL INVISTA 6% DO PIB (PRODUTO INTERNO BRUTO) EM EDUCAÇÃO), O VALOR REAL POR ALUNO É UM DOS MENORES DO MUNDO, UMA VEZ QUE OS PAÍSES DESENVOLVIDOS E COM EDUCAÇÃO DE QUALIDADE QUE INVESTEM O MESMO VALOR DO PIB EM EDUCAÇÃO EM GERAL POSSUEM PIB MAIOR E POPULAÇÃO MENOR QUE A DO BRASIL.
Leia à vontade. Mais de 1 milhão de eBooks Saiba mais
Leia de graça
OU
OU
Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Comentários

PARCEIROS

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o Brasil possui 2,5 milhões de casos a menos e 43 mil mortes a mais por Covid-19 do que a Índia?

A Vacina Chinesa é realmente Perigosa?

Quem é o misterioso escritor Tales Niechkron que despertou a fúria da extrema-direita no Brasil?

Total de visualizações de página