Postagem em destaque

As Metáforas das Tamareiras

POR VANDI DOGADO  Certa vez ouvi de um palestrante a belíssima lenda de origem árabe que diz: “quem planta tamareira não colhe tâmaras”. Um afoito espectador na plateia interrompeu-o, erigindo a mão direita e, sem aguardar o devido consentimento, logo emendou em tom elevado e extenso: Mas, pooorqueeeee, senhor? O palestrante como se já esperasse o questionamento manifestou um incógnito sorriso e elucidou que a tamareira leva aproximadamente 100 anos para produzir frutos, ou seja, se considerarmos que a plantemos aos 20 anos de idade, teríamos de viver 120 anos para colher suas tâmaras. Considerei o provérbio esplêndido, porque dele se podem extrair nobres ensinamentos de linguagem e de sapiência. Primeiramente, se tomarmos a expressão no sentido denotativo, defrontemo-nos com uma típica falácia, pois, ainda que naquela época a expectativa de vida fosse baixa, haveria exceções para qualquer ser humano que plantasse a árvore antes dos vinte anos. Por exemplo, se uma criança de 10 anos

Em mais de um século só Donald Trump não tinha cães morando na Casa Branca

POR VANDI DOGADO
Nosso grande mestre das letras, Machado de Assis, declarou que "felizes os cães, que pelo faro descobrem os amigos". O maior escritor brasileiro de todos os tempos se refere evidentemente à capacidade que os cães possuem de identificar através dos olhos se alguém gosta ou não de cães. Não se trata misticismo, pois cientistas afirmam que os cães evoluíram por milhares de anos ao lado de humanos e desenvolveram extraordinárias habilidades de leitura dos movimentos oculares. São demasiados observadores. Na verdade, os olhos revelam atividades cerebrais complexas e cães reconhecem padrões no dinamismo de olhares que são imperceptíveis aos humanos. 
Eles são de fato animais incomparáveis na capacidade de manifestar alta inteligência intrapessoal, uma espécie de inteligência emocional que permite a fácil identificação de emoções de humanos. Que criaturas incríveis são os cães! Ademais, são companheiros, leais e amam incondicionalmente. 

Vejo uns tolos nas redes sociais defendendo que o mundo está perdido, pois há pessoas que amam mais cães do que gente. É uma falsa questão. Primeiramente, porque amor é uma manifestação que não depende do querer. Em segundo lugar, porque amor é imensurável. Em terceiro lugar, porque ninguém ama todas as pessoas do mundo. Nós amamos apenas pessoas de um determinado ciclo. Indivíduos que amam cães apenas inserem os cães em seu seleto ciclo de amor. Do jeito que os tolos expõem a questão na internet, entre  seu cão e um assassino, você deverá amar o assassino porque é humano. Ora, que babaquice! É coisa de quem não conhece o amor. Uma curiosidade é que, em mais de um século, todos os presidentes americanos tinham cães na Casa Branca. Menos Donald Trump! Hum! Não sou contra quem não consegue amar cães, desde que não maltratem os animais e não fiquem criticando quem ama. Joe Biden e Jill Biden levarão para a Casa Branca dois pastores alemães, Champ e Major. Champ já conhece bem o ambiente, pois o visitou quando Biden ocupava a vice-presidência. Já Major será o primeiro animal resgatado de um abrigo que viverá na mais "chique" casa presidencial. Eu, particularmente, amo meus cães, pertencem à minha família. Já fiz dedicatória a eles em livros de minha autoria.
Leia à vontade. Mais de 1 milhão de eBooks Saiba mais
Leia de graça
OU
OU
Entregar no seu Kindle ou em outro dispositivo

Comentários

PARCEIROS

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o Brasil possui 2,5 milhões de casos a menos e 43 mil mortes a mais por Covid-19 do que a Índia?

A Vacina Chinesa é realmente Perigosa?

Quem é o misterioso escritor Tales Niechkron que despertou a fúria da extrema-direita no Brasil?

Total de visualizações de página