Postagem em destaque

As Metáforas das Tamareiras

POR VANDI DOGADO  Certa vez ouvi de um palestrante a belíssima lenda de origem árabe que diz: “quem planta tamareira não colhe tâmaras”. Um afoito espectador na plateia interrompeu-o, erigindo a mão direita e, sem aguardar o devido consentimento, logo emendou em tom elevado e extenso: Mas, pooorqueeeee, senhor? O palestrante como se já esperasse o questionamento manifestou um incógnito sorriso e elucidou que a tamareira leva aproximadamente 100 anos para produzir frutos, ou seja, se considerarmos que a plantemos aos 20 anos de idade, teríamos de viver 120 anos para colher suas tâmaras. Considerei o provérbio esplêndido, porque dele se podem extrair nobres ensinamentos de linguagem e de sapiência. Primeiramente, se tomarmos a expressão no sentido denotativo, defrontemo-nos com uma típica falácia, pois, ainda que naquela época a expectativa de vida fosse baixa, haveria exceções para qualquer ser humano que plantasse a árvore antes dos vinte anos. Por exemplo, se uma criança de 10 anos

Pólvora de Bolsonaro foi coice de tatu em touro

POR VANDI DOGADO
Depois da derrota de Donald Trump nas eleições, ou melhor, derrota de um modelo político copiado pelo governo brasileiro somados à condição formal de réu de seu filho no caso das “rachadinhas” (após uma mulher declarar que ela realmente era funcionária fantasma de Flávio Bolsonaro), o pai surtou de vez. Alucinou-se!  Deslumbrou-se no Extraordinário Mundo de Olavo de Carvalho e Ernesto Araújo! Foi acometido por uma crise de sua Síndrome Generalizada Coprocognitiva. Sob aplausos de sofomaníacos idólatras, o presidente comemorou a morte de um homem que se suicidou, acreditando que tivesse relação com a vacina da empresa da Sinovac e tratou a coisa como se fosse uma vitória política. Ainda atacou seu vice e ameaçou os EUA com pólvora. Essa última, confesso que provocou ataque de gargalhada. Ele declarou que quando a diplomacia não dá mais, pólvora. (“Apenas a diplomacia não dá. E quando acaba a saliva, tem que ter pólvora”) Embora possa haver uma conotação na frase do presidente, presumo que ele quisesse mesmo ameaçar os EUA, isto é, ameaçar a maior potência bélica de toda história. Se fôssemos uma potência bélica, vá lá! Mas, como proferem meus conterrâneos de Bernardino de Campos, o discurso soou como coice de tatu em touro. A tragicomédia brasileira está longe do fim, uma vez que Bolsonaro possui uma base sólida de apoiadores. Os sofomaníacos estão se deliciam com a genialidade de seu grande "mito". Por enquanto nos EUA, ainda não houve repercussões da babaquice de Bolsonaro, mas, não deve demorar para que o Brasil mais uma vez vire motivo de chacota planetária.
Dê uma observada na comparação que o Jornal Estado de São Paulo publicou:

RESUMO BÉLICO DO RANKING DA PÓLVORA DE QUANTIDADE. SE FOR ANALISAR A QUALIDADE TECNÓLOGICA A GARGALHADA SERÁ ETERNA!

"Mão de obra" militar (em milhões)

Brasil 

EUA

Militares da ativa

0,334

1,4

Militares da reserva

1,3

0,86

Aptos ao serviço militar

84,6

111,7

Pessoas que atingem idade militar por ano

3,38

4,19

"Mão de obra" total disponível

107,8

144,9

Poder de fogo aéreo

Brasil 

EUA

Aeronaves para combate aéreo

43

2.100

Aeronaves para ataque terrestre­­

78

715

Aviões de transporte

126

945

Aviões de treinamento

198

2.600

Aviões para missões especiais

24

742

Helicópteros

242

5.800

Helicópteros de combate

12

967

 

Poder de fogo terrestre

Brasil 

EUA

Tanques

437

6.300

Blindados de combate

1.800

39.200

Veículos de artilharia automotora

132

1.500

Obuseiros

565

2.700

Viaturas lançadoras de foguete

84

1.400

 

Poder de fogo naval

Brasil 

EUA

Porta-aviões

0

20

Contratorpedeiros (destroyers)

0

91

Navios de fragata

7

0

Navios de corveta

22

19

Navios varredores de minas

5

11

Navios de patrulha costeira

22

13

Submarinos

6

66

Logística

Brasil 

EUA

Empregados na indústria militar

111.600

160.400

Portos e terminais de carga

17

35

Terminais aeroportuários

4.000

13.500

Frotas de marinha mercante

791

3.700

Quais países estão r

O Brasil ocupa a 10ª colocação do Índice Global de Poder de Fogo das Nações, seja, no ranking da "pólvora". Confira, abaixo, uma lista dos 20 maiores potências:

1. Estados Unidos

2. Rússia

3. China

4. Índia

5. Japão

6. Coreia do Sul

7. França

8. Reino Unido

9. Egito

10. Brasil

11. Turquia

12. Itália

13. Alemanha

14. Irã

15. Paquistão

16. Indonésia

17. Arábia Saudita

20. Israel

21. Austrália

22. Espanha


 ESTE LIVRO MENCIONA O GENOCIDA DA PANDEMIA. SE É FANÁTICO, AFASTA-SE!


Comentários

PARCEIROS

Postagens mais visitadas deste blog

Por que o Brasil possui 2,5 milhões de casos a menos e 43 mil mortes a mais por Covid-19 do que a Índia?

A Vacina Chinesa é realmente Perigosa?

Quem é o misterioso escritor Tales Niechkron que despertou a fúria da extrema-direita no Brasil?

Total de visualizações de página